Simple Horizontal CSS Drop-Down Menu Demo
 
               
 


Quem Somos


1. Uma Iniciativa de Economia Solidária

O Portal Solidarius é mantido por uma iniciativa autogestionada de economia solidária, não tendo fins lucrativos. A missão dessa iniciatva é colaborar na difusão e consolidação da economia solidária em qualquer país, fomentando a organização de redes colaborativas, atendendo a pessoas, empreendimentos, redes, comunidades e governos, com serviços de educação, consultoria, pesquisa e desenvolvimento, inovação metodológica e provimento de tecnologia da informação.

O Solidarius congrega uma comunidade de colaboradores com formação em diversas áreas, facilitando a produção de soluções inovadoras e orgânicas aos problemas e desafios de clientes e usuários de nossos serviços.

Considerando as várias dimensões da economia solidária, buscamos atender de maneira diferenciada a pessoas, empresas, governos, redes colaborativas de economia solidária e comunidades (bairros, condomínios e organizações sociais, tais como: ONGs, movimentos sociais, populares e sindicais).

Problemas diferentes requerem soluções diferentes, mas que estejam solidariamente interligadas, otimizando o resultado das ações. Somente assim o desenvolvimento torna-se integrado, sustentável e socialmente includente, promovendo-se o bem-viver de cada pessoa e de toda a coletividade em harmonia com os ecossistemas.

Nossas ferramentas de TI asseguram um ambiente virtual para:

  • empreendimentos de economia solidária;
  • redes colaborativas em geral (centralizadas, descentralizadas e distribuídas);
  • bancos comunitários;
  • comércio eletrônico solidário;
  • cooperativas de compras;
  • grupos de trocas com moedas sociais;
  • Sistemas de Intercâmbios Econômicos Solidárilos;
  • Educação a Distância;
  • Etc.

Os consultores que colaboram com o Solidarius oferecem várias modalidades de educação presencial, semi-presencial e a distância, bem como consultorias em diversos temas relacionados à economia solidária, desenvolvimento territorial, geração de trabalho e renda, organização e gestão de redes colaborativas.

Para conhecer um pouco mais sobre nossos serviços veja o que temos a oferecer a pessoas, empreendimentos, redes, comunidades e governos.

2. Uma Comunidade de Usuários

Em torno do Portal Solidarius constitui-se uma comunidade de usuários, que cresce a cada dia, pois somente no Solidarius existem ferramentas especialmente desenhas para atender às diversas necessidades da Economia Solidária.

Além disso, são totalmente gratuitos o uso das ferramentas e a hospedagem de conteúdos pelos usuários. Razão pela qual, podemos dizer que o Portal Solidarius realiza um importante serviço público não-estatal no fomento à economia solidária, serviço que merece ser igualmente apoiado pela própria comunidade de usuários.

A participação ativa de cada usuário nessa comunidade é muito valiosa, pois contribui para o desenvolvimento constante das funcionalidades do Portal.

Cada observação feita, cada elogio, crítica, sugestão ou informação de falhas encontradas contribui para o melhoramento do sistema. O canal Fale Conosco é o meio de contato direto da Comunidade de Usuários com a Equipe Gestora do Portal.

Nós encorajamos as pessoas que desejam colaborar voluntariamente a arregaçar as mangas e contribuir naquilo que elas preferirem:

  • auxiliando novos usuários na utilização das ferramentas do Portal;
  • incluindo no buscador informações sobre novos empreendimentos de economia solidária ainda não mapeados;
  • adquirindo produtos e serviços oferecidos pelos participantes;
  • convidando amigos e colegas a conhecerem o Portal e se integrarem ao novo mundo da economia solidária;
  • informando sobre falhas encontradas ou fazendo sugestões de melhoramento, através do canal Fale Conosco;
  • traduzindo textos e a interface do portal para outros idiomas;
  • elaborando planos de sustentabilidade de empreendimentos e divulgando-os na base pública;
  • integrando-se à comunidade de intercâmbios econômicos solidarios;
  • etc.
Há mutos modos de participar. Seguramente você vai encontrar o seu! Colaborar em favor da jutiça e da liberdade de todos é o melhor modo de assegurar o bem-viver da humanidade e de cada pessoa em particular.

Juntos estamos construindo um mundo melhor!
3. Uma Comunidade de Intercâmbios Econômicos
Em 2007 teve inicio um experimento internacional de economia solidária que deu origem à Comunidade de Intercâmbios Econômicos Solidarius.

Cada membro dessa comunidade possui uma conta de Créditos Solidarius que o habilita a realizar intercâmbios locais ou internacionais de produtos e serviços. O valor dos itens intercambiados é mensurado em Créditos Solidarius. Os itens ofertados podem ser vistos e demandados na Vitrine do Sistema de Intercâmbios Solidarius.

Os Créditos Solidarius são gerados pelos próprios usuários, estando associados a doações feitas por eles a um Fundo Mundial de Economia Solidária, que é organizado em Seções Nacionais. O registro dessas doações é feito pelo operador da Seção Nacional do Fundo que recebeu a doação. Esse operador é eleito pelos participantes em cada país. O Fundo é autogestionado pela própria Comunidade de Intercâmbios, com mecanismos de democracia direta providos pelo Portal Solidarius.

Todas as transações ficam registradas eletronicamente e esses registros são acessíveis a todos os participantes, assegurando-se total transparência ao Sistema. Outros detalhes podem ser lidos no artigo Sistema de Intercâmbios Solidarius.

Não se deve confundir o Empreendimento Solidarius, com a Comunidade de Usuários e esta com a Comunidade de Intercâmbios Econômicos.

O Empreendimento Solidarius mantém o Portal Solidarius e fornece as ferramentas de TI e a hospedagem de conteúdo necessárias à operacionalização do Sistema de Intercâmbios Solidarius. Mas as decisões pertinentes ao Fundo Mundial de Economia Solidária são de responsabilidade da Comunidade de Intercâmbios.

A comunidade de Intercâmbios contribui com a manutenção do Portal Solidarius. Cada participante colabora anualmente com até 12 créditos solidarius para a manutenção do serviço, por ocasião do Balanço Anual do Sistema, que é realizado em Janeiro, debitando-se os créditos correspondentes da conta do usuário. Usuários com menos de 24 créditos em conta, contribuem proporcionalmente com o saldo que tenham disponível. Usuários que não tenham saldo em conta, não realizam nenhuma contribuição.

Assegura-se assim o princípio solidário de subsidiariedade, garantindo-se o serviço gratuitamente para todos que não tenham recursos. Isso é possível graças a uma pequena contribuição recolhida segundo as disponibilidades de cada participante.

Solidarius - Soluciones Inovadoras para Economía Solidaria
Política de Privacidad | Términos de Servicio | Principios | Ayuda
Quienes Somos | Contáctenos | Comunicar una Falla